Publicidade

noticias

Professores recusam proposta de nova jornada

Para docentes, lei não se aplica às necessidades da classe. Secretário da Educação mantém diálogo.

| Da redação -

Sem acordo, os professores da rede municipal de Araraquara rejeitaram a proposta da Secretaria Municipal de Educação para adequação da lei que determina reserva de um terço das horas trabalhadas para atividades extraclasse.

Nenhum dos cerca dos 90 docentes que participaram da Assembleia realizada na noite desta quinta-feira (2), na cidade, mostrou-se favorável ao projeto. A prefeitura tenta dividir o horário livre dos professores, de acordo com cada contrato de trabalho, mas os profissionais concordam que o sistema não se aplica às necessidades da classe.

O secretário municipal da Educação, Orlando Mengatti Filho, diz que a Pasta está aberta a dialogar, mas reforça que tem a responsabilidade de pensar nos alunos e no orçamento.

O secretário ressalta que existe a necessidade de valorizar a carreira do magistério e a nova medida de ampliação da carga horária destinada às atividades extraclasse é parte deste processo.

Uma nova proposta dos professores será entregue à Secretaria de Educação na próxima segunda-feira (6).
 

Publicidade