Noticias

Triplicam os candidatos ao vestibular indígena da Unicamp

Ao todo, 961 candidatos disputam as 96 vagas oferecidas pela universidade; curso mais concorrido é enfermagem

| Da Redação

 

Triplicou o número de candidatos ao Vestibular Indigena da Unicamp, segundo balanço divulgado pela Comissão Permanente para os Vestibulares (Comvest).  


Ao todo, 961 candidatos fizeram a prova realizada domingo (1/12) em seis cidades do país. No ano passado, 354 estudantes fizeram a prova.  

 

A prova contém 50 questões e é formulada especificamente para os candidatos indígenas. A Unicamp oferece 96 vagas nessa modalidade de ingresso. Os cursos mais procurados são: Enfermagem (398 inscritos), Farmácia (165), Pedagogia (103), Nutrição (95), Administração (88), Educação Física (82), Ciências Biológicas (55), Administração Publica (49), Educação Física Noturno (47) e Engenharia Elétrica (46).

 

O exame foi aplicado nas cidades de Bauru (SP), Campinas (SP), Caruaru (PE), Dourados (MS), São Gabriel da Cachoeira (AM) e Tabatinga (AM).  

 

Prova contém 50 questões e é elaborada especialmente para os candidatos indigenas
 

A abstenção total foi de 42,6% contra 42% no ano anterior.   


O gabarito da prova será divulgado na próxima quarta-feira, 4/12, no site da Comvest.  


A primeira chamada para matrícula será divulgada dia 6 de janeiro de 2020.