Noticias

Inscritos podem votar em enquete sobre novas datas do Enem

Estudantes podem escolher entre três opções na votação que começa neste sábado (20) na Página do Participante

| Da Redação

Qual é a melhor data para realizar o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020? A partir deste sábado (20/6) até 30 de junho, os candidatos ao exame poderão escolher na enquete realizada pelo Ministério da Educação (MEC).  


A enquete será realizada na Página do Participante, escolhendo uma das três opções apresentadas: adiamento da prova em 30, 60 e 90 dias.  


Confira as opções de datas:  


Enem impresso: 6 e 13 de dezembro de 2020 / Enem Digital: 10 e 17 de janeiro de 2021  


Enem impresso: 10 e 17 de janeiro de 2021 / Enem Digital: 24 e 31 de janeiro de 2021  


Enem impresso: 2 e 9 de maio de 2021 / Enem Digital: 16 e 23 de maio de 2021
 


Repercussão  

O Enem 2020 foi adiado pelo MEC após diversas organizações estudantis e da área da educação, além de deputados e senadores, terem se posicionado contra a manutenção das datas originais, em novembro. Por causa da pandemia de Covid-19, as aulas presenciais foram suspensas e as escolas começaram a oferecer aulas remotamente.  


No entanto, muitos estudantes, sobretudo os que vivem nas periferias e estudam em escolas públicas, não têm conseguido acessar os conteúdos ofertados pelas redes de ensino, especialmente por falta de acesso à internet em casa. No final de maio, cerca de 50% dos alunos da rede estadual de São Paulo não estavam acessando as aulas e conteúdos oferecidos pela secretaria de educação.  Leia mais aqui.


Esse quadro motivou a mobilização pelo adiamento do Enem. Em maio, o Senado aprovou um projeto de lei pelo adiamento do Enem.  

A ideia de fazer uma enquete sobre a nova data do Enem repercutiu nas redes sociais e mobilizou estudantes. A União Nacional dos Estudantes (UNE) e União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (Ubes) realizaram uma live no YouTube para debater os prós e os contras de cada opção de data. Acompanhe: 

 

 


Para muitos, realizar o Enem em dezembro ou janeiro não garante que os estudantes terão melhores condições de realizar a prova, pois ainda não há previsão de quando as aulas presenciais serão retomadas e em que condições em São Paulo, por exemplo, a secretaria estadual de Educação prevê que os alunos serão divididos em grupo e, durante um período, somente 20% irá à escola em cada dia da semana.  


A opção de realizar o Enem em maio também traz complicadores: os aprovados só ingressarão nas universidades no segundo semestre de 2021, pois o Sistema de Seleção Unificada (Sisu) só ocorre após a divulgação dos resultados do Enem.  


Pesquisa

Uma pesquisa realizada pela Hoper Educação com 1.606 estudantes, dos quais 85% se inscreveram no Enem, sobre as datas propostas pelo MEC aponta 47% de votos para provas em maio, 31,9% para janeiro, e 21,1% em dezembro.