Inep registra abstenção de 32% no segundo dia de provas do Enem 2017

Operação da PF resultou em 62 mandados; casos não interferiram na aplicação do exame

    • Virando Bixo
    • /
    • Virando Bixo

No segundo dia de aplicação de provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), domingo (12), a taxa de abstenção foi de 32%, segundo o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep). Em 2017, 6.731.344 candidatos se inscreveram para fazer o exame. Desse total, 4,5 milhões fizeram o exame, no segundo dia de aplicação.

A taxa de abstenção do segundo dia foi um pouco maior do que no primeiro dia – 29,8%, segundo dados consolidados divulgados no balanço do Enem 2017. No primeiro dia, 4,7 milhões fizeram as provas.

Os gabaritos oficiais serão divulgados em até 16/11 (quinta-feira).  O resultado final será divulgado no dia 19 de janeiro de 2018.

Candidatos chegam a local de prova no segundo dia de aplicação do Enem (Foto: Agência Brasil)

 

O segundo dia de provas

No segundo dia de provas, os estudantes responderam a 90 questões de Matemática e suas tecnologias, e de Ciências da Natureza e suas tecnologias (Química, Física e Biologia), com um total de 90 questões de múltipla escolha. Os candidatos tiveram 4 horas e 30 minutos de duração.
Participantes com direito a tempo adicional tiveram uma hora extra a vão poder fazer a prova até 19h.

Deficientes auditivos e surdos que optaram pela videoprova em Libras tiveram prazo até as 20h.

Neste domingo, 580 participantes foram eliminados - 578 por descumprimento do edital e dois por recusa em fazer a coleta do dado biométrico. Eles se somam às 264 eliminações do primeiro domingo. Ao todo, 842 participantes desclassificados, número inferior a outras edições.

Foram registradas 158 ocorrências nos dois dias de aplicação, sendo 45 neste domingo e 113 no domingo passado, 5. Os casos não comprometeram a aplicação. O balanço foi considerado positivo pelo Ministério da Educação (MEC). O ministro Mendonça Filho, titular da pasta da Educação,  devido ao baixo número de incidentes.

Operação da PF

A Polícia Federal realizou a operação Passe Fácil em 13 estados, que resultou em 62 mandados  (31 de busca e apreensão e 31 de condução coercitiva). A operação foi realizada em Pernambuco, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Minas Gerais, Mato Grosso, Pará, Piauí, Paraná, Rio Grande do Norte e São Paulo – além do Distrito Federal.

O objetivo foi desvendar e desarticular esquema de candidatos interessados em fraudar o exame com a resolução da prova por especialistas em determinadas áreas de conhecimento, chamados de pilotos, que posteriormente repassavam os gabaritos aos candidatos que os contrataram. A PF está fazendo investigações, mas já foi confirmada a participação de inscritos em fraudes em exames anteriores.

Durante a semana que antecedeu o segundo dia de aplicação do Enem,  a Polícia Federal prendeu cinco pessoas possivelmente envolvidas em tentativas de fraude do exame.

Reaplicação

Pelo menos 3.581 pessoas farão a reaplicação do Enem, nos dias 12 e 13 de dezembro, quando as provas também serão aplicadas para as pessoas privadas de liberdade (PPL).

Do total, 3.570 são participantes afetados pela interrupção de energia em seus locais de prova no primeiro domingo em Teresina (PI), Olinda (PE) e Uruaçu (GO).

Os outros 11 casos foram decisões judiciais para aplicação em classe hospitalar, ou decisões da Comissão de Demandas do Inep para atender participantes que tiveram problemas com identificação ou por não terem solicitado os recursos que necessitavam para fazer a prova.

Novidade para 2018

Durante o balanço, foi anunciado que os participantes do Exame Nacional de Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja) 2017 que obtiverem a pontuação mínima para aprovação no exame terão direito à gratuidade  no Enem 2018. O Encceja 2017 será aplicado no domingo (19). Saiba mais sobre o Encceja nesta matéria do Virando Bixo.
 



Comentários

Confira também