Publicidade

noticias

UFF divulga lista de aprovados na 1ª chamada do vestibular 2012

7.696 vagas foram oferecidas no vestibular tradicional. Matrículas devem ser feitas entre os dias 31 de janeiro e 3 de fevereiro.

| Globo.com/G1 -

A Universidade Federal Fluminense (UFF) divulgou em seu site oficial, na noite de sexta-feira (17), a lista de aprovados na primeira chamada do vestibular 2012. No total, segundo a instituição, 18.918 candidatos aprovados na primeira fase disputavam 7.696 vagas, ou 80% de todas as vagas ofertadas neste ano, já que 20% delas foram destinadas ao Sistema de Seleção Unificada (Sisu). A divulgação estava prevista para a segunda-feira (30), mas foi antecipada.

Para ver o resultado detalhado, é preciso inserir o número de inscrição e o número do CPF nos campos indicados. É possível ainda ver a classificação de cada curso (arquivo ao lado).

Quem foi aprovado para cursos oferecidos no interior do Rio de Janeiro deve fazer sua matrícula na terça-feira (31) e na quarta-feira (1º), verificando o endereço e o horário agendados pela instituição.

O período de matrícula para candidatos que passaram em cursos em Niterói acontece na quinta-feira (2) - preferencialmente para estudantes que ingressarão na universidade no primeiro semestre - e na sexta-feira (3) - preferencialmente quem vai cursar a partir do segundo semestre, segundo o agendamento feito pela UFF. As matrículas para esses estudantes serão feitas nos blocos B, C, D e E do Campus do Gragoatá, em São Domingos, Niterói.

Esta é a última edição do vestibular tradicional da UFF, que anunciou, no fim do ano passado, que a partir de 2013 selecionará estudantes usando apenas a nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem)

Segunda chamada do Sisu
Na segunda-feira (30) começa a matrícula dos estudantes selecionados na segunda chamada do Sisu. As matrículas devem ser feitas até a terça-feira (31), das 12h às 18h, em Niterói. De acordo com a UFF, apenas três dos 1.748 estudantes convocados na primeira chamada conseguiram a aprovação sem contar com o bônus de 20% aplicado na nota final do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2011 para egressos de escola pública.

A instituição, que ofereceu vagas no Sisu em 98 cursos, confirmou que "uma grande maioria" dos aprovados teve sua nota incrementada pela política de ação afirmativa da UFF, mas afirmou que todos esses estudantes deverão comprovar, com documentos, que estudaram todos os anos do ensino médio na rede pública estadual ou municipal de ensino. "Caso contrário eles serão eliminados do concurso."

Ainda segundo as regras da instituição, quem estudou em colégios federais ou militares não tem direito ao benefício.

De acordo com Neliton Ventura, que coordena o vestibular da Federal Fluminense, a instituição bonifica os candidatos egressos de escola pública há cinco anos porque "é uma forma de incentivá-los, mas de uma maneira que o esforço e o mérito precisam ser considerados". Segundo ele, é por isso que a UFF não reserva cotas para os candidatos.

Os três aprovados na primeira chamada do sistema do Ministério da Educação que não receberam bônus se inscreveram nos cursos de engenharia de recursos hídricos e do meio ambiente, letras - português e cinema e audiovisual.

Segundo Ventura, na edição de 2011 do Sisu, o resultado foi parecido: uma grande maioria dos aprovados recebeu o bônus. Ele não soube informar a porcentagem desses candidatos que efetivou a matrícula na instituição.

"É uma política de inclusão social com um lado democrático muito acentuado", afirmou. Nos últimos cinco anos, segundo ele, a porcentagem de estudantes que se formaram no ensino médio na rede pública e foram aprovados na UFF subisse de 12 a 15% para entre 20 e 25%, com aumento principalmente entre os cursos mais concorridos.

Publicidade