Profissionais de redes de computadores têm campo promissor

Eventos esportivos vão necessitar de infraestrutura de transmissão de dados

    • Da redação - ViaEPTV
    • /
    • Priscila Nascimento

Além dos investimentos na área de construção civil, hotelaria e transportes, as empresas públicas e privadas também estão investindo em tecnologia da informação e comunicação para atender a demanda gerada pelos grandes eventos esportivos que serão sediados no Brasil. 

Com a expectativa de receber milhões de pessoas de todo o mundo, durante a Copa do Mundo no próximo ano, e as Olimpíadas em 2016, o Brasil se prepara para oferecer infraestrutura adequada para que essas pessoas possam se comunicar nesse período. 
A falta de mão de obra qualificada para atender o mercado preocupa. Estudo realizado pela da consultoria IDC, encomendado pela Cisco na América Latina, aponta que a demanda por profissionais de tecnologia da informação e comunicação (TIC) no Brasil excederá a oferta em 32% para o ano de 2015, chegando a uma lacuna de 117.200 trabalhadores especializados em redes e conectividade.
Curso
A PUC-Campinas oferece o curso superior de tecnologia em redes de computadores com duração de cinco semestres. O aluno recebe ainda certificações intermediárias de instalador de redes de computadores e analista de suporte de redes de computadores, após aprovação em algumas disciplinas, permitindo rápida inserção no mercado de trabalho. 
O tecnólogo dessa área auxilia no projeto e na construção de computadores pessoais, de empresas e de produção automatizada. Realiza a manutenção, conexão de circuitos eletrônicos, placas de som e áudio, teclados, impressoras. O profissional, ainda, participa do desenvolvimento de projetos e instalação de redes de computadores e sua segurança.


Comentários

Confira também