Noticias

O que é preciso para passar numa universidade do exterior

Listamos os principais certificados e documentos que geralmente são exigidos para se habilitar aos processos seletivos

| Da Redação

Quem quer fazer faculdade no exterior, precisa ficar atento às exigências de cada país
Quem quer fazer faculdade no exterior, precisa ficar atento às exigências de cada país
 

Talvez você seja mais um(a) entre muitos jovens que tem o interesse em estudar fora do Brasil, especificamente cursar graduação em uma faculdade no exterior. 


Se este é o teu caso, fique ligado!  


Antes de tudo, é importante que você descubra qual profissão tem tudo a ver com você, com os seus talentos e habilidades e depois defina qual universidade em outro país você tem interesse em fazer a graduação.  


Estudar no exterior pode parecer complicado, o processo para entrar é longo e burocrático, mas é possível passar.  


O processo de seleção em universidades de outro país, especialmente nos Estados Unidos, Canadá e Inglaterra, vai muito além de uma prova. Nestes países, as instituições avaliam o aluno como um todo, por isso são várias etapas.  


Os requisitos podem variar de país para país e de universidade para universidade. Por exemplo, atividades extracurriculares são muito importantes nos Estados Unidos, mas no Canadá elas têm pouca relevância e na Inglaterra, praticamente não são levadas em consideração.  


Veja quais são os principais requisitos do processo seletivo:  


Histórico escolar: notas dos quatro últimos anos da escola (do 9º ano do Ensino Fundamental à 3ª série do Ensino Médio)  


Notas Enem, SAT, ACT: algumas universidades no exterior aceitam o Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) e em outros países especialmente nos Estados Unidos, é necessário o SAT (Scholastic Aptitude Test) ou ACT (American College Testing), essas notas são necessárias para o processo seletivo pois, ajuda a mostrar para a instituição o seu potencial acadêmico. É importante lembrar que cada universidade tem seus próprios padrões para definir o que é uma "boa nota".  


Notas do TOEFL/IELTS: o TOEFL (Test of English as a Foreign Lenguage) e o IELTS (International English Language Testing System) são testes obrigatórios que medem a proficiência e a fluência do aluno na língua inglesa.
Carta de recomendação: é exigida em algumas universidades, por exemplo, nos Estados Unidos. Precisa ser escrita por professores e coordenadores que conhecem bem o aluno e suas qualidades pessoais.  


Atividades extracurriculares: as atividades realizadas fora da escola têm um peso bem importante pois, mostram para os avaliadores os seus interesses, suas habilidades e suas experiências. Tudo isso ajuda a definir para eles quem você é. Então, se você já fez ou faz parte de grupos de artes, música, esportes, teatro, dança, se já participou de pesquisas, de competições científicas ou voluntariado, isso tudo conta.  


Essas são as principais informações necessárias para entrar em uma universidade no exterior, mas recomendo entrar no site da universidade do seu interesse para conferir quais são os requisitos, pois cada instituição possui as suas exigências e etapas.  


O processo é longo, mas vale a pena a tentativa, além disso, é importante ter certeza de qual profissão combina com o seu perfil, pois isso será uma motivação para persistir no processo, como também ser feliz na profissão.