Noticias

Sua redação é cringe? Saiba como evitar erros ultrapassados

O professor de língua portuguesa Romulo Bolivar, novo parceiro do Virando Bixo, dá dicas para a redação do Enem

| Da Redação

Será que a sua redação é cringe? O professor Romulo Bolivar (@romulobolivaroficial), novo parceiro do Virando Bixo, vai responder a essa dúvida e dar dicas infalíveis para você fazer uma redação impecável no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e, claro, nos vestibulares. 


Mas o que seria uma redação cringe? O termo de origem inglesa, que viralizou na internet, se refere a situações constrangedoras ou vergonhosas porque são ultrapassadas.  


Então, acompanhe aqui as dicas para você não passar vergonha com a sua redação.  


Uma redação cringe é aquela que traz um erro ultrapassado, que ninguém mais faz especialmente quando você quer melhorar uma redação que já está boa e acaba deslizando.  


Por exemplo, usar expressões como "é notório," que sugerem que uma ideia ou um ponto de vista é comum ou difundido na sociedade, quando, na verdade, trata-se de um argumento seu, usado redação. Nesse caso, o melhor é ser direto e apresentar a sua ideia.  


Outro deslize cringe é recorrer à Constituição Federal como elemento do repertório cultural para compor a redação. Ela é, sim, uma fonte relevante, mas não basta citar a Constituição: é preciso articular o que diz o texto com o tema da redação e o seu desenvolvimento.  


Confira outras dicas no vídeo: