Noticias

Confira as orientações para tirar o melhor proveito do SiSU

Sistema do MEC que oferece 209,1 mil vagas em universidades públicas permanecerá aberto de 6 a 9 de abril

| Da Redação

 A partir desta terça-feira, 6 de abril, o Ministério da Educação (MEC) vai abrir o Sistema de Seleção Unificada (SiSU) para selecionar os ingressantes das universidades federais e outras instituições públicas de ensino superior no primeiro semestre de 2021. 


Para participar, é preciso ter feito o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020, cujos resultados foram divulgados no último dia 29. Podem concorrer às vagas, estudantes que não zeraram na redação do Enem 2020 e não fizeram o exame como treineiros.  


O sistema permanecerá aberto até 9 de abril (sexta-feira). Enquanto o sistema permanecer aberto, os candidatos podem mudar suas opções e acompanhar as variações das notas de corte nos cursos e instituições, fazendo as melhores opções conforme seu desempenho no Enem.  


Nesta edição do SiSU estão sendo oferecidas 209.190 vagas em 5.685 cursos em 110 instituições de ensino de todo o país. Uma novidade neste ano é a oferta de vagas de cursos a distância.   As vagas já podem ser consultadas, antes mesmo da abertura oficial do sistema. 


A lista de aprovados no SiSU 2021 - 1.º semestre será divulgado no dia 13 de abril, segundo o MEC

 

No SiSU também há cotas raciais, com vagas que variam conforme a instituições.   

 
Veja o calendário do SiSU 2021 - 1.º semestre:  

Dia 13 de abril: divulgação dos resultados da chamada regular. 

De 13 a 19 de abril: os estudantes não chamados na primeira lista podem fazer a opção para lista de espera.  

De 14 a 19 de abril: os estudantes chamados na primeira lista devem fazer a matrícula.  

Dia 23 de abril: será divulgada a segunda lista.  


Confira abaixo as dicas do coordenador do Poliedro Curso de Campinas, Vitor Ricci, para o estudante evitar problemas ao longo do processo:  


Estude a lista de opções antes de fazer a inscrição: conhecer quais cursos e instituições estão disponíveis no SiSU é muito importante para ser assertivo na hora da inscrição. Cada universidade adota um critério diferente de pesos para a atribuição da nota conquistada no Enem, portanto, observar quais disciplinas são mais determinantes para obter maior pontuação auxilia na estratégia de aumentar as oportunidades para admissão. 


Acompanhe a nota de corte: é preciso controlar as expectativas neste momento, pois estar acima da nota de corte não garante a aprovação, já que ao longo do período de inscrição essa nota pode sofrer alterações. Por isso, é muito importante estar atento e acompanhá-la diariamente para saber se há chances de ser selecionado para a vaga de interesse. 

 
Não tenha receio de fazer alterações de curso e instituição: ao longo do processo de inscrições do SiSU, é possível fazer quantas alterações de curso e faculdade o candidato julgar necessárias, caso perceba que não há chances de aprovação. Desse modo, o estudante pode ampliar suas oportunidades de ingressar em uma universidade. 

 
Fique atento ao e-mail: Parece uma dica simples, mas ela precisa ser reforçada. As instituições de ensino entrarão em contato com os aprovados para passar as orientações de matrícula por e-mail. Portanto, cheque sua caixa diariamente para evitar que alguma informação importante passe. "Se o prazo de inscrição em alguma universidade chegar ao fim, o aluno será automaticamente desclassificado e não há a possibilidade de recorrer da decisão", explica Ricci.

 
Caso seja admitido em alguma universidade, certifique-se de que está tudo certo com a sua matrícula: outro ponto de atenção, caso o aluno seja admitido em alguma universidade, é o prazo para efetuar a matrícula. É de extrema importância que o estudante leia todos os materiais com atenção e encaminhe a documentação no prazo adequado para não deixar de cumprir com nenhuma obrigação, sob o risco de perder a vaga.