Noticias

Conheça Gabriel Schmitt, o 1.º lugar em Medicina na Unicamp

Estudante de 18 anos compartilha sua experiência e dá dicas de como se preparar para a maratona dos vestibulares

| Da Redação

 

 

O estudante Gabriel Garcia Schmitt, aprovado em primeiro lugar de Medicina na Unicamp, dá dicas para vestibulandos
 

Gabriel Garcia Schmitt é o primeiro colocado em Medicina no Vestibular 2021 na Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). Aos 18 anos, a aprovação em Medicina o curso mais concorrido, com 308 candidatos por vaga -, é a materialização de um sonho do jovem. 


"Medicina sempre foi um sonho. Desde pequeno falava que queria fazer Medicina e quando chegou no ensino médio comecei a me questionar se era uma escolha minha ou das outras pessoas por mim", conta o estudante. Então, ele correu atrás de informações e de experiências para tirar a dúvida.  


Ele fez curso de neurociência, de biologia experimental, fez um estágio científico no Instituto do Coração (Incor) em São Paulo, onde mora. E chegou à conclusão o desejo de fazer Medicina era, sim, dele próprio.  


Tomada a decisão, Gabriel começou a correr atrás do sonho. Concluiu o ensino médio numa escola particular e fez um ano de cursinho no Poliedro. "Decidi aproveitar o ensino médio e fazer cursinho depois. Me dei essa possibilidade e deu super certo! Não me arrependo da escolha".  


O cursinho deu a ele a oportunidade de se preparar melhor e focar no vestibular. Ao todo, Gabriel prestou 10 vestibulares e o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). E escolheu a Unicamp.  


A pedido do Virando Bixo, Gabriel selecionou algumas dicas para ajudar quem está na jornada de preparação para o vestibular de Medicina, com base na experiência pessoal dele. Confira a seguir o depoimento de Gabriel:  


Aproveite as oportunidades  

"A primeira coisa é aproveitar os recursos que o cursinho oferece. Geralmente, temos acesso a professores muito bons, tutores de redação, coordenadores, plantonistas que ajudam muito o aprendizado.  


Eu frequentava tudo o que era oferecido e aprendi que aproveitar bem um plantão de dúvidas é um tempo bem ganho, não é tempo perdido.  


É preciso abrir a cabeça . Não precisa ficar bitolado nos exercidos e nas listas".
 

Cuide do emocional 

"É muito importante preservar o emocional. Vi colegas que não passaram porque ficaram cansados e nervosos na hora da prova.  


Foquei o ano todo no cuidado do emocional e não me senti cansado no final do ano, quando chegou a hora da prova.  


Então, minha sugestão é que os vestibulandos incluam na rotina, momentos de lazer e descanso, porque eles valem muito O descanso faz parte do estudo. Não adianta ser um gênio e não conseguir fazer a prova".
 

Invista em autoconhecimento 

"A terceira dica é o autoconhecimento. Tire um tempo real para refletir sobre si mesmo como aluno. Não importa o que falem, só você sabe qual é a melhor forma de estudo para você.  

Não há uma fórmula universal. Teste vários métodos, anote, vá aos plantões, estude de dia, de noite, use o tablet. Tire um tempo para pensar e se organizar da melhor maneira para você
 

Nunca se compare com os outros 

"Não fique se comparando, a não ser com você mesmo. A jornada do vestibular é difícil, pode ser longa para alguns, curta, mas é difícil para todo mundo. A última coisa que o vestibulando precisa é coisas que coloquem ele pra baixo.  


O vestibular é mais uma disputa com você mesmo, não com os outros. Uma vez que você conhece o seu funcionamento e consegue aproveitar o cursinho, dá para ir muito longe.  


O aprovado não é um gênio. Essa visão distancia os aprovados do vestibulando. Sou um cara normal, que tenho minhas frustrações como qualquer ser humano. Qualquer um pode estar no meu lugar.  


Usem as histórias de aprovação como incentivo, forma de se apropriar de novas técnicas e experiências para aperfeiçoar o próprio aprendizado".