Noticias

Abstenção no segundo dia do Enem digital chega a 71,3%

Confira os comentários e as questões corrigidas pelos professores do curso e colégio Poliedro, parceiro do Virando Bixo

| Da Redação

Quem não pôde fazer o Enem digital por causa de problemas logísticos, pode pedir a reaplicação entre 8 e 12 de fevereiro
 

Balanço divulgado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep) aponta que 71,3% dos candidatos ao Enem digital não compareceram ao segundo dia de prova, realizado neste domingo (7/2). Na semana passada, primeiro dia de prova, a abstenção já havia sido alta: 68,1%. 


Os estudantes fizeram a prova de matemática e ciências da natureza.  


Para o presidente do Inep, Alexandre Lopes, a taxa de abstenção era esperada e decorre de uma "opção individual".  


O Enem digital foi aplicado em 4.053 laboratórios de 104 municípios brasileiros. A prova não foi realizada em Manaus (AM), porque a realização do Enem foi suspensa no estado por conta da pandemia de Covid-19, e no Instituto Federal do Amapá, em Macapá (AP), porque o prédio onde o exame seria realizado foi interditado por problemas estruturais.  


De acordo com o Inep, 38 candidatos foram desclassificados por não cumprirem regras previstas no edital do exame.  


Reaplicação  

Os estudantes inscritos no Enem digital e que não fizeram a prova por problemas logísticos podem solicitar a reaplicação na Página do Participante entre 8 e 12 de fevereiro. Os pedidos serão analisados e os resultados divulgados no dia 15 de fevereiro. 


Na mesma data serão divulgados os resultados dos pedidos de reaplicação encaminhados pelos estudantes que fizeram o Enem impresso.  


Cadernos de prova  

Os cadernos de prova do segundo dia do Enem digital já estão disponíveis para consulta no site do Inep. O gabarito será divulgado até o dia 10 de fevereiro. 


A prova 

Para Fernando da Espiritu Santo, gerente de Inteligência Educacional e Avaliações do Poliedro, a prova digital favoreceu os estudantes, especialmente na prova de matemática. "Geralmente o segundo dia de prova é um desafio logístico para os estudantes manipularem os cadernos de resposta, folhas de rascunho e gabaritos. Agora, na prova digital, eles só tinham o mouse sobre a mesa e além disso podiam mudar a alternativa da resposta, caso percebessem algum erro", diz. Com isso, ele acredita que os candidatos tiveram mais tranquilidade para responder às questões e fazer cálculos.  


No que diz respeito ao conteúdo, Espiritu Santo considera que a prova de matemática foi equilibrada e coerente em relação aos anos anteriores.  


Já na prova de ciências da natureza predominaram conceitos, exigindo poucos cálculos. Em Biologia, o destaque foram as questões de Ecologia, que predominaram. Em Química, havia muitas questões de Química Orgânica.  


A prova de Física trouxe uma surpresa: uma questão sobre capacitores, um assunto que aparece com frequência em outros vestibulares pode ter surpreendido os estudantes.  


A prova também trouxe uma questão sobre vacinas que, mesmo sem citar a pandemia de Covid-19, cobrou conhecimento sobre vacina e tecnologia de produção.  


Confira as questões resolvidas pelos professores do Poliedro no site do colégio.