Noticias

Unicamp 2021 tem aumento de inscritos, que chegam a 77,6 mil

Medicina é, mais uma vez o curso mais concorrido, com 248 candidatos por vaga, seguido de Arquitetura e Urbanismo e Enfermagem

| Da Redação

Os locais de prova da primeira fase do Vestibular Unicamp 2021 serão divulgados em 11 de dezembro

 

A Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) divulgou hoje (sexta, 25/9) o balanço das inscrições para o Vestibular 2021.  

Ao todo, 77.653 candidatos, que irão concorrer a 3.237 vagas, em 69 cursos de graduação. Para essa edição do vestibular, as vagas incluem as 639 vagas previstas para o edital Enem-Unicamp, que não será oferecido para ingresso em 2021.  


No ano passado, foram registrados 72.859 inscritos e no Vestibular 2019, 76.327 candidatos.  


Além disso, a Comvest (comissão responsável pelos vestibulares da Unicamp) computou 34,2% de estudantes de escolas públicas entre os inscritos o maior índice já registrado.  


A tabela com a relação candidatos-vaga completa está na página eletrônica da Comvest (www.comvest.unicamp.br), bem como o total de inscritos por cidade de prova.  


Os locais de prova da primeira fase serão divulgados pela Comvest no dia 11 de dezembro.  


Dez carreiras mais procuradas no Vestibular 2021  

Medicina  (248/vaga)

Arquitetura e Urbanismo  (55/vaga)

Enfermagem (35/vaga) 

Ciências Biológicas  (33/vaga)

Ciências Econômicas - Noturno (32,8)  

Comunicação Social-Midialogia  (32/vaga)

Ciência da Computação (28,8/vaga) 

Farmácia  (28,8/vaga)

História (24,5/vaga) 

Engenharia da Computação (13,7/vaga) 

 

Inclusão social 

O número de estudantes de escolas públicas inscritos passou de 32,2% no ano passado, para 34,2% este ano. 

 

O número de candidatos isentos subiu quatro pontos percentuais, passando de 10,1% no Vestibular 2020, para 14,1% este ano, marca também nunca alcançada.  

 

Em números absolutos, as isenções concedidas esse ano cresceram 48%, passando de 7.380 no processo anterior para 10.925 no Vestibular 2021, o maior número de beneficiados desde 2000. 

 

Os demais índices de inclusão praticamente se mantiveram em comparação ao ano passado. O percentual de candidatos autodeclarados pretos e pardos ficou em 21% e o percentual de estudantes que fizeram a opção pelas cotas étnico-raciais foi de 12% do total de inscritos no Vestibular Unicamp 2021.