Noticias

Lista de espera do ProUni: veja como garantir sua vaga

Estudantes selecionados têm prazo até sexta (28) para comprovar as informações junto às instituições de ensino

| Da Redação

O ProUni oferece bolsas de estudos integrais e parciais em faculdades privadas
  

Se você está na lista de espera do Programa Universidade para Todos, do segundo semestre de 2020, veja o que precisa fazer para garantir a sua vaga.  A lista foi divulgada nesta segunda-feira (24) pelo Ministério da Educação (MEC) e pode ser consultada no site do programa.  

 

O ProUni é um programa do MEC que oferece bolsas de estudo totais e parciais (50%) para estudar em instituições de ensino privadas. Geralmente, as instituições oferecem um número de bolsas em seus cursos, e os estudantes fazem as suas escolhas.  


No segundo semestre de 2020, foram ofertadas 167.780 bolsas em 1.061 instituições particulares de ensino superior, sendo 60.551 bolsas integrais e 107.229 bolsas parciais.  


Os candidatos podem escolher até duas opções de instituição, local de oferta, curso, turno, tipo de bolsa e modalidade de concorrência.  


Critérios
A seleção é por meio da nota no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Para concorrer às bolsas do ProUni, é preciso ter feito no mínimo 450 pontos no Enem e não ter zerado a redação.  


Além disso, para concorrer às bolsas, o estudante deve ter renda familiar bruta mensal, por pessoa, de até 1,5 salário mínimo (bolsa integral) ou de até 3 salários mínimos (bolsa parcial).  


Outros critérios são:
- Ter cursado todo o ensino médio na rede pública, ou na rede particular, como bolsista integral;  


- Ter alguma deficiência;
 

- Ser professor na rede pública (nesse caso, não é necessário comprovar renda).  


Passo a passo
A primeira coisa a fazer é para garantir a sua vaga é consultar a lista na página do ProUni


Se você estiver na lista, é preciso comprovar as informações fornecidas no momento da inscrição. Entre os documentos a serem apresentados estão o histórico escolar e os comprovantes de renda.  


Em caso de dúvida, consulte a própria instituição para a qual você se inscreveu.