Noticias

Coronavírus: com aulas suspensas, como estudar em casa?

MEC autorizou as instituições de ensino superior a oferecerem disciplinas a distância, o que modifica a rotina de estudos dos alunos

| Da Redação

Por causa do avanço do coronavírus no Brasil, muitas instituições de ensino superior e escolas estão suspendendo aulas presenciais e oferecendo atividades a distância.  Nesta quarta-feira (18/3), o Diário Oficial da União publicou uma portaria do Ministério da Educação (MEC) autorizando as instituições de ensino superior usarem as tecnologias de comunicação para oferecer disciplinas presenciais durante 30 dias.    


Segundo a portaria, as instituições podem oferecer até 40% das disciplinas a distância, como define a legislação em vigor.  A medida não vale para cursos de medicina e estágios obrigatórios. 

 

A medida ajuda a evitar prejuízos maiores aos estudantes, porque se a suspensão das aulas se prolongar muito. No entanto, estudar a distância é bem diferente de estar com o professor e os colegas num mesmo ambiente para realizar as atividades e exige um mudança de comportamento do estudante.  

 

Em primeiro lugar, porque o estudante está sozinho e depende somente dele acompanhar as aulas e realizar as atividades. Ou seja, é preciso uma boa dose de disciplina e organização.   

 

Também é importante criar uma rotina para realizar as atividades, mantendo  ritmo, como se estivesse frequentando o curso normalmente. "Adaptar-se  a essa nova realidade, mantendo o foco, é difícil., mas é importante não encarar como férias. Por isso, manter uma rotina de estudos é importante", explica Ester Pinha, gestora do QCarreira em Campinas.  


Algumas sugestões e dicas: 


Crie uma rotina, estabeleça um horário de estudo.

 

Escolha um ambiente tranquilo para estudar.
 


Crie grupos online de estudo através do Whatsapp, zoom, hangouts. 

 

Baixe materiais. Diversas plataformas oferecem conteúdos gratuitos. Uma dica para estudantes de todos os níveis é o Telecurso, certificado pelo MEC e disponível no YouTube. 

 

Conte com a ajuda da família, se necessário. 

 

Assista a vídeos. 

 

Faça simulados de redação disponíveis na internet 

 

A seguir, confira mais dicas: