Noticias

Erro no Enem faz MEC ampliar prazo de inscrição no Sisu

Sistema permanecerá aberto até domingo (26/1); balanço aponta que foram encontradas inconsistências nas notas de 5,9 mil estudantes

| Da Redação

Balanço divulgado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep) aponta que as notas de 5.974 participantes do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2019 apresentaram erro, ou 0,15% do total de candidatos (quase 4 milhões). A maior parte dos erros concentra-se em quatro cidades:  Alagoinhas (BA), Viçosa (MG), Ituiutaba (MG) e Iturama (MG).


O resultado foi divulgado em entrevista coletiva, na qual o presidente do Inep, Alexandre Lopes, detalhou o resultado do trabalho da força-tarefa que analisou as notas dos participantes do exame, após reclamações nas redes sociais de estudantes que perceberam discrepância entre sua pontuação e o desempenho no Enem. Leia mais aqui.  


O Inep informou que as notas estão disponíveis Página do Participante.  

 

Segundo o presidente do Inep, Alexandre Lopes, o erro das notas foi causado pela gráfica que imprimiu o exame
 


Por causa do problema, o Ministério da Educação (MEC) ampliou em dois dias o prazo de inscrições no Sistema de Seleção Unificada (Sisu), que permanecerá aberto de 21 a 26 de janeiro (terça a domingo, às 23h59). Antes, o Sisu permaneceria aberto até sexta, 24 de janeiro.  


De acordo com Lopes, todas as notas dos alunos que fizeram o Enem 2019 foram analisadas durante o fim de semana, mas somente foram encontrados problemas nos casos revistos.  


O problema, ainda segundo o presidente do Inep, foi causado pela gráfica, que errou na transmissão dos dados necessários para a correção das provas, gerando discrepância entre a cor da prova e o gabarito.

Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ACidade ON. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. ACidade ON poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."

Facebook