Noticias

Carolina de Jesus aborda vida na favela em "Quarto de despejo"

A obra, escrita na década de 1950, faz parte da lista de leituras obrigatórias do Vestibular Unicamp 2020

| Da Redação

A maratona de provas de primeira fase dos principais vestibulares já passou. Mas agora é hora de começar a pensar na segunda etapa para quem está concorrendo a uma vaga na USP, Unicamp ou Unesp.  


Para ajudar quem está na expectativa da segunda fase, o Virando Bixo vai apresentar uma seleção das melhores análises dos livros cobrados nos vestibulares mais disputados.  


O livro de hoje é "Quarto de Despejo Diário de uma favelada", de Carolina Maria de Jesus, que faz parte das leituras obrigatórias do Vestibular Unicamp.  


A booktuber Tatiana Feltrin traça um panorama geral da obra e do contexto em que a obra foi escrita: na década de 1950, Carolina morava na favela Canindé, em São Paulo (SP), na região onde se localiza atualmente a marginal Tietê. O livro conta o dia-a-dia vivenciado pela autora naquele ambiente, marcado pela hostilidade e a violência.   





No vídeo a seguir, do canal Vestibuler, o professor Altemir analisa detalhadamente a obra do ponto de vista da linguagem e estrutura: