Noticias

Inep anuncia implantação do Enem Digital a partir de 2020

Nada muda no Enem 2019, que será realizado em papel nos dias 3 e 10 de novembro em 1.725 municípios brasileiros

| Da Redação

 

A partir de 2020, o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) vai mudar: haverá aplicação digital, feita em computador, em várias datas ao longo do ano. No primeiro ano, a aplicação digital será feita em modelo piloto e será progressiva até 2026.

O anúncio foi feito nesta quarta-feira (3/7) pelo Instituto de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep), responsável pela aplicação do Enem. Como a mudança começa em 2020, nada muda para o exame de 2019, que será aplicado em papel, ou seja, da mesma forma que os anos anteriores.

Enem 2019

O Enem 2019 será nos dias 3 e 10 de novembro. Segundo balanço do Inep, 5.513.684 candidatos confirmaram a inscrição. As provas serão realizadas em 1.725 municípios.
 

A partir de 2020, estudantes de 15 capitais poderão optar pelo Enem Digital ou pelo exame em papel
 

Enem 2020

Em 2020, o Enem Digital  será aplicado em modelo piloto. A implantação será progressiva até 2026.   

No primeiro ano, o modelo digital será aplicado para 50 mil pessoas em 15 capitais do país. Nesta versão, o exame será realizado em várias datas ao longo do ano, por agendamento.

A participação no Enem Digital será opcional nos primeiros anos ou seja, os participantes poderão escolher, no ato de inscrição, a aplicação digital ou a prova em papel.

Em 2020, haverá aplicação em papel será nos dias 11 e 18 de outubro.  

Os resultados serão divulgados de forma conjunta.
 
Veja a lista das capitais que terão aplicação do Enem digital em 2020:

Belém (PA) 

Belo Horizonte (MG) 

Brasília (DF) 

Campo Grande (MS) 

Cuiabá (MT)  

Curitiba (PR) 

Florianópolis (SC) 

Goiânia (GO) 

João Pessoa (PB) 

Manaus (AM) 

Porto Alegre (RS) 

Recife (PE) 

Rio de Janeiro (RJ) 

Salvador (BA) 

São Paulo (SP) 

 
Aplicação progressiva

Em 2020, o Enem Digital será aplicado como piloto.  

 

Em 2021, serão realizadas duas aplicações digitais, em datas distintas, agendadas previamente, também opcionais. A edição servirá como aprimoramento do piloto. Permanecem a aplicação regular e a reaplicação em papel. 

 
De 2022 a 2025, o Enem Digital seguirá sendo aprimorado. A previsão do Inep é realizar até quatro aplicações digitais, em datas distintas, com agendamento prévio e ainda opcional para os participantes.
 
Em 2026, a versão em papel para de ser distribuída e o exame só será em formato digital. A consolidação do modelo digital será marcada por diversas aplicações regulares ao longo do ano, por agendamento, em todo o país, e reaplicação também em modelo digital.
 

(Com informações do Inep)