Noticias

Em História, saber conceitos conta mais do que memorizar fatos

Um bom desempenho no Enem e nos vestibulares, depende de o candidato compreender os processos históricos e a linguagem adotada na disciplina

| Da Redação

A semana começa com as provas de História do Simulado Virando Bixo. Até domingo, os participantes respondem a 30 questões da disciplina, selecionadas por professores do curso e colégio Oficina do Estudante.
 


Embora o simulado esteja na terceira semana já foram liberadas provas de Matemática e Língua Portuguesa -, as inscrições permanecem abertas. Para participar, basta fazer o cadastro gratuito e começar a responder às questões.
 


O Virando Bixo é um projeto da EPTV para ajudar estudantes a se preparem para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e para os principais vestibulares, que ainda vale prêmios: ao longo das semanas, a cada prova, os participantes somam pontos. O primeiro colocado da categoria Vestibulando ganha um carro 0 Km e o vencedor da categoria Treineiro, um intercâmbio oferecido pela CI Central de Intercâmbio. 
 


História é uma disciplina que tem um programa muito extenso no Enem e nos vestibulares, pois abrange história geral e história do Brasil. Então, qual é a melhor estratégia para os vestibulandos darem conta de tanta informação?
 


Segundo o professo Célio Tasinafo, que leciona história e é diretor da unidade Taquaral da Oficina o Estudante, é mais importante que o estudante domine os conceitos e o vocabulário específico da disciplina do que decore fatos e informações. Além disso, de acordo com o professor, nem sempre a melhor estratégia é estudar a partir de listas de "conteúdos que mais caem".
 


"Na verdade, essa preocupação com o que mais cai vem do costume dos professores delimitarem milimetricamente conteúdos para avaliações ao longo do ensino fundamental e ensino médio. E esse tipo de delimitação (capítulo, página, item) não existe para vestibulares", analisa Tasinafo.
 


"O aluno para ter bons resultados em história precisa dominar os conceitos e vocabulário específico da disciplina, ter grande capacidade de leitura e interpretação e noções sólidas de cronologia", complementa.

 

Outra dica importante é: história é uma disciplina relevante para todos os vestibulandos e não apenas para quem está prestando vestibular para a área de humanas. "Todas as disciplinas que são cobradas nos exames são essências, principalmente para os cursos mais concorridos nos quais qualquer centésimo pode fazer a diferença para aprovação", afirma o professor.
 


Segundo ele, os vestibulandos devem se lembrar que as matérias específicas a uma carreira/curso (matemática para engenharia, por exemplo) são dominadas por todos aqueles candidatos que têm reais chances de aprovação. Logo, um candidato a uma vaga em engenharia ganha diferencial competitivo com relação aos concorrentes quando vai bem também nas matérias que não são afeitas/dominadas pelos seus concorrentes.  


A seguir algumas dicas para estudar História e uma seleção especial de vídeos para ajudar quem está fazendo o Simulado Virando Bixo e estudando para os vestibulares:

- Muita leitura com qualidade (anotações, procura do significado das palavras desconhecidas) de todos os materiais relacionados à disciplina;  


- Fazer muitos exercícios, essenciais para o aluno dominar a estrutura das provas e como os assuntos são cobrados nas questões;  


- Estabelecer conexões entre os diferentes aspectos de uma época (sociedade, economia e política) evitar o estudo no "formato lego", com blocos de informações isolados e descontextualizados.  

 

Acompanhe a videoaula sobre Islamismo: 

 


 

Em História do Brasil, o conteúdo selecionado é sobre a Crise da Primeira República: