Noticias

Em alta, fonoaudiologia oferece campo diversificado de atuação

Profissional pode trabalhar com distúrbios da fala e audição a aperfeiçoamento da voz, entre outras áreas

| Virando Bixo

O fonoaudiólogo é o profissional que trata de deficiências de fala, audição, voz, escrita ou leitura. Pode trabalhar de maneira independente ou em parceria com outros profissionais, em geral ligados à área da saúde, como fisioterapeutas e psicólogos e até dentistas.

Sua atuação pode ser em clínicas, consultórios, escolas, hospitais e até em veículos de comunicação, como TVs e rádios, auxiliando os profissionais na postura de voz.

Para exercer a profissão é obrigatório registro profissional.

Áreas

As principais áreas da fonoaudiologia são:

Audiologia: diagnóstico e prevenção de problemas de audição. Nessa área, o profissional seleciona e adapta aparelhos para correção de déficits de audição.

Linguagem: prevenção e tratamento de distúrbios na fala e na escrita, especialmente de crianças com dificuldade de aprendizagem da linguagem ou deficiência, e, também de adultos vítimas de acidentes ou doenças graves que afetem a comunicação oral (um AVC, por exemplo).

Motricidade oral: avalia e trata problemas relacionados com a mastigação, respiração, fala, sucção e deglutição.

Voz: aplicação e aperfeiçoamento da articulação, respiração, entonação e pronúncia de profissionais que usam a voz.

Mercado de trabalho

É uma profissão em alta, por vários fatores relacionados às características da população. 

Por exemplo, o envelhecimento da população leva ao aumento da população idosa, o que demanda intervenções do fonoaudiólogo para colaborar para a qualidade de vida. Outro exemplo: o excesso de uso de fones de ouvido por adolescentes está gerando problemas auditivos, que geram a necessidade de tratamento fonoaudiológico. Outro exemplo de áreade atuação em expansão é a preparação da voz de profissionais como atores, cantores, apresentadores de TV e políticos.

A formação

O curso tem duração média de quatro anos. Envolve disciplinas das ciências biológicas e da saúde (anatomia, fisiologia, genética entre outras), bem como das ciências sociais e humanas (psicologia, pedagogia e ética).

Há também muitas disciplinas específicas, como audição, linguagem oral, escrita e fala.

É obrigatório fazer estágio e monografia de conclusão de curso. Muitas faculdades têm clínicas voltadas para o atendimento da população, onde os alunos podem realizar atividades práticas.

Público-alvo

É importante que o profissional da área de fonoaudiologia goster de atuar nas áreas de educação, comunicação e saúde. 

Características como sensibilidade, capacidade de observação, atenção, perseverança, interpretação, paciência, objetividade e criatividade são importantes.

Facilidade em lidar com outras pessoas e aptidão verbal também são aspectos importantes. 

Mais informações no site do Conselho Regioal de Fonoaudiologia de São Paulo.