dicasdeestudo

Em "O continente", Erico Verissimo mostra a força das mulheres na formação do Rio Grande do Sul

Obra é o primeiro livro da trilogia "O tempo e vento", do autor modernista gaúcho

| ViaEPTV

Dividido em dois volumes, "O continente" é o primeiro livro da trilogia "O tempo e o vento", do autor gaúcho Erico Verissimo. Nessa obra, ele conta a históra da família Terra-Cambará, a partir de 1895. A trama começa com a família em guerra, cercada no sobrado onde mora no fictício município de Santa Fé, no Rio Grande do Sul. Verissimo intercala os acontecimentos com flashbacks desde o século 18, pelos quais reconstrói a história do Estado.

O Rio Grande do Sul, antes ocupado por tribos indígenas, foi colonizado inicialmente por portugueses e espanhois, que criaram missões para catequizar os índios. Depois, chegaram famílias de São Paulo, como a dos Terra, oriunda de Sorocaba. É dessa família que nasce Ana Terra, que vai se apaixonar por um índio, com quem tem um filho. Ela se muda para Santa Fé, onde sua neta, Bibiana Terra, se casará com Rodrigo Cambará, dando origem à poderosa família Terra-Cambará.

Nesta resenha, Isabella Lubrano, do canal Ler Antes de Morrer, parceiro do Virando Bixo, conta que em "O continente", Verissimo, um autor modernista de segunda fase, como Graciliano Ramos e Rachel de Queiroz, retrata não só a história do Rio Grande do Sul, mas de todo o Brasil. Um país escravista e machiasta, no qual às mulheres só restava cuidar da casa e dos filhos. Mas, para ela, as mulheres são a verdadeira força motriz dessa história.

 

Confira mais resenhas aqui

 

Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ACidade ON. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. ACidade ON poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."

Cadastrados

Nome (obrigatório)
Email (obrigatório)
Comentário (obrigatório)
0 comentários

Veja também