Calendario

Enem 2020: Inep divulga diretrizes de prevenção à Covid-19

Documentos detalham procedimentos que candidatos devem adotar nos dias de realização das provas, marcadas para janeiro e fevereiro

| Da Redação

A prova do Enem terá a mesma estrutura de anos anteriores, mas o número de questões será menor
 

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) divulgou nesta sexta-feira (31/7) os novos editais do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020.  


Os editais oficializam as novas datas do exame e as diretrizes e procedimentos de prevenção à Covid-19, inclusive durante a identificação dos participantes nos dias de provas. O Enem tradicional (impresso) será nos dias 17 e 24 de janeiro de 2021 e o Enem digital nos dias 31 de janeiro e 7 de fevereiro de 2021.  


O Enem digital será realizado em 15 municípios: Rio de Janeiro (RJ), Curitiba (PR), Porto Alegre (RS), Campo Grande (MS), Manaus (AM), Recife (PE), Florianópolis (SC), João Pessoa (PB), São Paulo (SP), Belém (PA), Goiânia (GO), Brasília (DF), Salvador (BA), Belo Horizonte (MG) e Cuiabá (MT).  


Confira algumas orientações relacionadas à Covid-19:  


O participante que não utilizar a máscara cobrindo totalmente o nariz e a boca, desde sua entrada até sua saída do local de provas, será eliminado do exame, exceto para os casos previstos na Lei n.º 14.019, de 2020 (sobre o uso de máscaras).
 

Devem ser respeitados o distanciamento entre as pessoas e os protocolos de proteção contra a Covid-19 em procedimentos como ida ao banheiro e vistoria de materiais, lanches e artigos religiosos.  


Será obrigatório o uso de máscaras pelo acompanhante de mães que estiverem amamentando.  


As orientações completas estão nos editais 54 e 55.
 

Como será o exame  

A estrutura do Enem 2020 será igual à dos anos anteriores: uma redação e 45 questões em cada prova das quatro áreas de conhecimento: linguagens, ciências humanas, ciências da natureza e matemática.