Calendario

Passou no vestibular e vai mudar de cidade? Confira as dicas

Mudança de rotina, distância da família e novas responsabilidades são alguns dos desafios enfrentados pelos calouros

| Da Redação

Mudar de cidade ou de estado é uma situação comum entre estudantes aprovados no vestibular. Passada a euforia da aprovação, chega a hora de pensar nos desafios envolvidos nessa mudança, que envolve desafios e, ao mesmo tempo, muito crescimento.


A história de Gabriel Maraia, primeiro colocado em medicina na Universidade Federal de Alfenas (Ufla), ilustra o que se passa na cabeça e no coração de quem está vivendo essa transição. Para ele, além de um sonho realizado, a aprovação em medicina significa uma grande mudança de vida: ele vai deixar a casa dos pais e de Campinas, onde sempre viveu para morar com a namorada em Alfenas.


"Minha meta era ir pra Alfenas para poder estudar ao lado da minha namorada e no curso dos meus sonhos" conta ele. "Mesmo sendo perto, o fato de 300 km me distanciarem da minha família é um pouco amedrontador. Mas a projeção de fazer o curso que escolhi e poder crescer internamente com a distância me confortam".

 

O estudante Gabriel Maraia (de boné) e sua família
 

Os sentimentos vivenciados pelo estudante fazem parte dos desafios enfrentados por muitos calouros, comenta o professor Daniel Cecílio, coordenador pedagógico do colégio Oficina do Estudante.


"Um dos maiores desafios que os estudantes que mudam de estado enfrentam estão associados predominantemente aos aspectos pessoais, pois deixarão a convivência familiar diária, o que pode gerar aquela saudade, às vezes dolorida, da comida da mãe, do cachorro, do quarto, antigos amigos etc.", diz Cecílio.


Outra coisa que pode impactar o aluno neste primeiro momento é o fato dele precisar assumir algumas responsabilidades que não tinha quando vivia na casa dos pais pagar as contas domésticas, manter as finanças em dia, fazer compras, cuidar da limpeza da casa etc. "Tudo isso é desafiador no começo, mas também traz grandes aprendizados e crescimento pessoal ao longo do tempo", comenta o professor.


Esta é, exatamente, a expectativa de Maraia, afinal ele vai começar uma vida nova ao lado da namorada. "Tenho 20 anos e nunca tinha morado fora de casa! Agora, além de mudar de estado vou morar junto com a minha namorada, uma enorme mudança no meu dia a dia!".


Ele acredita, porém, que a presença de Bruna, sua namorada, vai facilitar essa tarefa difícil. "Já arrumamos as coisas na casa lá em Minas e já deu pra ver que é cheio de imprevistos e muita responsabilidade!".
 

O estudante Gabriel Maraia (de boné) e sua família, durante a matrícula na Universidade Federal de Alfenas


A experiência pode ser muito positiva, por vários motivos, listados a seguir pelo professor Daniel Cecílio:


- O aluno pode usufruir de diversas as vantagens, como experimentar uma nova cultura regional, com os seus hábitos alimentares característicos, sotaques diferentes, festas típicas, entre outras particularidades que diferenciam os estados brasileiros.


- Embora o aluno esteja mais distante dos seus vínculos afetivos, existirá uma tendência maior de outros alunos, que estão vivenciando a mesma experiência, se agregarem e formarem laços de amizades fortes e duradouros. Apesar de ser desafiadora, traz ainda a possibilidade de "cortar o cordão umbilical", amadurecer, ir para a vida.


- O amadurecimento é o maior ganho que o aluno pode conquistar com a experiência. Nem sempre é fácil, confortável, mas o crescimento dos alunos que passam é significativo e, certamente, trará benefícios futuros para a sua vida pessoal e profissional.

Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ACidade ON. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. ACidade ON poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."

Facebook