"Educar é formar pessoas autônomas e uma sociedade mais justa"

Para a estudante Victoria Zani, que cursa Pedagogia na Unicamp, área da educação é desafiadora, mas oferece várias possibilidades de atuação

    • Da Redação
    • /
    • Marta Avancini

A estudante Victoria Heller Gordon Zani, 22 anos, optou por fazer a graduação em Pedagogia porque acredita que a educação é o caminho para a construção de uma sociedade melhor, na qual prevaleça o respeito entre as pessoas. Victoria é aluna do segundo de Pedagogia na Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) e vê, no curso, a maneira de viabilizar seus objetivos de mudança social.  

"Escolhi fazer a faculdade de Pedagogia por acreditar numa forma diferente de educação. Quero atuar pelas crianças e colaborar para uma sociedade mais justa e humana", explica a estudante.   

A estudante de Pedagogia Victoria Zani, que vê na educação uma forma de mudar a sociedade

Além de estudar, Victoria faz estágio numa escola da rede privada. A experiência está sendo enriquecedora. O curso, na opinião dela, é bastante teórico e até conservador, mas a universidade oferece muitas possibilidades de crescimento. "O curso é bastante teórico, as aulas seguem o modelo tradicional em que o professor transmite o que sabe e os alunos captam e reproduzem. Mas a universidade permite um convívio muito rico, através de palestras e seminários", conta Victoria.  

Outro ponto positivo é a possibilidade de fazer disciplinas em outras áreas. "Sou matriculada na pedagogia, mas posso cursar disciplinas no Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, na Medicina ou na Educação Física. O aluno monta sua grade conforme seus horários e vontades. Isso é muito interessante".  

Para ela, a faculdade é uma "obrigação importante", algo pelo qual precisa passar. "Mas amo mesmo atuar, lidar com as crianças e as famílias". Por isso, quando se formar, pretende ser professora. "Pretendo trabalhar um tempo na rede pública de ensino, para retribuir o tempo que passei na universidade pública".  

Fazer estágio está sendo uma experiência positiva. "É meu primeiro contato com a educação formal, que tem me proporcionado contato com a realidade das professoras num país, principalmente num governo, que desvaloriza tanto a nossa profissão", analisa. "Tem sido um choque de realidade bastante importante na minha formação".  

Entre os problemas que ela enxerga estão as condições de trabalho dos professores, que deixam muito a desejar, na visão da estudante. "As condições de trabalho dos professores são péssimas em termos de estrutura e formação". Entretanto, é justamente esse cenário que a estimula a seguir adiante. "A forma com que a educação se configura na nossa sociedade é muito desestimulante e é aí que entra o meu trabalho: mudar a forma de educar para que a educação seja viabilizadora de uma sociedade melhor", afirma Victoria.  

"Eu acredito que o conhecimento seja um instrumento de luta, e educar é dar autonomia e ajudar no processo de adquirir conhecimento. Dessa maneira, somos capazes de lutar por aquilo em que acreditamos".
Entre as várias possibilidades de atuação na área de educação, Victoria acha que o mais viável é ser professora. "Mas eu sei que o campo de atuação é vasto e sou aberta para trabalhar em outras áreas".  

Para quem quer seguir carreira na área da educação, Victoria recomenda: "nunca se feche para novas informações, novas formas de olhar o mundo e nunca tome como regra os que os professores dizem. Tenha autonomia no seu processo de aprendizado".  

O curso  

Pedagogia é um dos cursos mais ofertados pelas instituições de ensino superior no Brasil, tanto privadas quanto públicas. O curso não forma apenas professores, mas profissionais que atuam em diversas atividades na área da educação: gestão escolar, coordenação pedagógica, além da produção de livros e materiais didáticos, do desenvolvimento e implementação de projetos educacionais em organizações e em empresas voltados para crianças, adolescentes ou outros tipos de público.  

O curso dura, em média, de três a quatro anos. Para ser professor, é preciso obter a titulação de licenciatura.  

Várias instituições oferecem o curso a distância.  

Nesta matéria do Quero Bolsa você pode conferir as notas de corte no Programa Universidade para Todos.

E aqui você tem acesso às notas de corte para o programa Financiamento Estudantil, também no site Quero Bolsa.





Comentários

Confira também