Gosta de escrever? Conheça a graduação em Estudos Literários

O escritor e estudante Lucas Visquetto de Toledo, que participa da coletânea "Onze Trilhas", editada por alunos da Unicamp, fala sobre sua experiência no curso

    • Da Redação
    • /
    • Marta Avancini

O estudante Lucas Visquetto de Toledo, de 19 anos, está no 1º ano de Estudos Literários na Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). Ele escolheu o curso pela sua afinidade com um de seus maiores anseios: escrever.  

"O bacharelado de Estudos Literários pode ajudar uma pessoa na prática da escrita acadêmica e criativa. Como o currículo possibilita grande liberdade de escolha de matérias, também posso direcionar minha formação para a produção de textos", diz o estudante. Em nível de graduação, o curso é oferecido apenas na Unicamp.  

Lucas conta que escreve "seriamente" desde os 16 anos e acaba de publicar um conto na coletânea "Onze Trilhas", editada no contexto de uma disciplina sobre editoração, oferecida no curso de Estudos Literários. Seu conto, intitulado "O reflexo nos talheres", é um dos 11 que integram o livro, disponível para leitura e download no Issu.   

O escritor Lucas Visquetto de Toledo, que participa da coletânea"Onze Trilhas"

 

Sua escrita, conta ele, é permeada pela tentativa de criar "algo que seja sísmico e, ao mesmo tempo, sincero". "Seja em um poema, conto, novela ou romance, tento desvelar o Belo e o abismo, dar relevo, fazer aparecer a vida que permanece despercebida na rotina".  

Para ele, escrever é uma forma de tradução do Eu, a partir de uma perspectiva fenomenológica, ou seja, da descrição dos fenômenos. "Por isso escrevo: para aprender os idiomas dos instantes, quase sempre deixados por traduzir. Pode se tornar uma forma de trabalho, mas é, principalmente, de expressão artística". Suas principais influências literárias são Fiódor Dostoievski, Fernando Pessoa e Clarice Lispector.  

A escolha pela graduação em Estudos Literários está ligada à vontade de estudar o que o impulsiona em direção à vida: a literatura. "Já mudei de ideia algumas vezes sobre o curso que faria: pensei em Psicologia, Filosofia, Jornalismo e Letras. Esses quatro têm elementos em comum que me levaram a escolher Estudos Literários, um curso focado no estudo da literatura".  

Além de perpassar a produção, a teoria e a crítica literária, o bacharelado em Estudos Literários permite que o estudante desenvolva a prática da escrita, seja numa perspectiva acadêmica (por meio de pesquisas), seja de maneira criativa. "Por ser um curso com grande liberdade de escolha das matérias, posso direcionar minha formação com um foco, também, na produção de textos", detalha Lucas.  

Viver da escrita é um dos desejos de Lucas. "Mas sei que isso é bem difícil", pondera. "Tentarei publicar meus textos, construir minha carreira literária com o tempo e, paralelamente, seguir na universidade - talvez lecionar -, trabalhar com a tradução de textos literários, produzir artigos e resenhas e talvez entrar na área editorial. Também tenho vontade de futuramente cursar Filosofia", prevê.
 

Sobre o curso  

O bacharel em Estudos Literários é um profissional especialista em Literatura, em várias dimensões: crítica, reflexão e pesquisa dos gêneros literários. São três as principais frentes de trabalho, carreira acadêmica (pesquisa e docência), indústria editorial e crítica literária.  

As perspectivas de trabalho na área são boas, tanto no campo da produção cultural e editorial, quanto para quem prefere seguir a carreira acadêmica. Para Julia Franco, aluna de Letras na Unicamp e uma das organizadora do livro "Onze Trilhas", as perspectivas para quem quer ingressar no mercado editorial são boas atualmente.   

Ilustração da capa do livro "Onze Trilhas"

"Ao longo do curso, percebi que é possível seguir na área do mercado editorial como profissional do livro. Minha maior motivação é perceber como o livro pode mudar a vida das pessoas, o impacto que o hábito da leitura tem no crescimento pessoal. Além disso, no Brasil, o livro é mais do que uma história impressa. Aqui, por causa das edições, do cuidado das editoras com o material, ele acaba sendo uma experiência".  

O curso abrange diversos aspectos ligados à literatura produção de textos em diversas modalidades (prosa, poesia, romance etc.), história da literatura e crítica literária envolvendo tanto a literatura brasileira, quanto estrangeira.  

Saiba mais sobre o curso na página do Instituto de Estudos da Linguagem (IEL) da Unicamp.



Comentários

Confira também