É difícil escolher o curso? Confira se você é multipotencial

Muitas pessoas têm vários interesses e possibilidades criativas, que devem ser levadas em conta na hora de escolher o curso superior e a carreira

    • Da Redação
    • /
    • Marta Avancini

A estudante Ruth Ramos adora filmes e produções em vídeo, por isso decidiu fazer graduação na área de cinema. Mas antes de tomar esta decisão, prestou vestibular para farmácia. Ela chegou a se matricular e a cursar algumas disciplinas, mas logo percebeu que tinha escolhido o curso por causa da influência da família: Ruth tem duas irmãs que decidiram pela área da saúde, uma é médica e a outra farmacêutica. Então, conversou com os pais e decidiu conhecer outros cursos. Acabou escolhendo a graduação em cinema da Fundação Álvares Penteado (Faap), em São Paulo.  

A estudante Ruth Ramos, que cursa cinema na Faap

A experiência de Ruth mostra o quanto é difícil para um adolescente escolher uma carreira. Além da família, o mercado de trabalho e o desejo de estabilidade profissional podem influir na decisão, fazendo com que o jovem escolha um curso que nem sempre é o que deseja e tem a ver com seu potencial. A pressão é mais intensa quando se aproxima o momento de fazer a inscrição para o vestibular.

Para Simone Tavit Panossian Vilela, coordenadora do Departamento Gestão de Carreiras da Faap, é natural que surjam dúvidas nesse momento, afinal as pessoas podem ser "multipotenciais" ou seja, podem ter variados interesses durante a vida e, talvez, uma gama de empregos distintos, mergulhando sempre em novos desafios, como define a coach, escritora e artista Emilie Wapnick.

Essa afirmativa, segundo Simone, pode ser altamente esclarecedora para muitas pessoas, que pensam que há algo de errado com elas próprias. "Mas isso não pode ser uma desculpa para dizer que não se encontrou na vida profissional. Fazer escolhas é parte do cotidiano de todos e exige uma boa dose de atitude, coragem e autorresponsabilidade", analisa.  


A coordenadora afirma que a questão é escolher, experimentar e performar, até que não existam mais desafios. A partir deste momento, é preciso partir para outra atividade ou realizar algo novo concomitantemente. "Nenhum conhecimento ou experiência é em vão. Pelo contrário, eles contribuem para novos projetos", afirma.

Você é multipotencial?

Uma pessoa "multipotencial" é alguém com muitos interesses e possibilidades criativas. Apresenta três características principais: sintetiza ideias ou combina duas ou mais áreas até criar algo novo a partir desta junção; aprende rapidamente, mergulhando no assunto em questão sem medo de errar e sair da zona de conforto; e, por fim, adapta-se rapidamente à situação que se apresentar.

Diante disso, Simone considera que uma empresa pode até unir especialistas e multipotenciais em uma mesma equipe. Enquanto o especialista se aprofunda e implementa ideias, um profissional multipotencial traz amplitude de conhecimento aos projetos.

"A geração de hoje atravessa o momento da escolha profissional num extenso mar de possibilidades, uma vez que novas profissões surgem rapidamente devido às mais diferentes demandas do mercado. Há, também, um significativo crescimento de novos empreendedores. Tudo isso possibilita o desenvolvimento dos multipotenciais", afirma.

Porém, lembra Simone, não se pode negar a romântica visão cultural de que todos nascem com algo muito específico e particular a ser desenvolvido. "Não nascemos necessariamente para uma única carreira ou atividade, mas para deixarmos um legado por onde passarmos", conclui a especialista.   

Simone Tavit ,da Faap,que explica que é uma pessoa multipotencial

O que levar em conta na escolha da profissão? 

Fatores externos

Ouça sua família e as pessoas com quem você convive mais de perto: pais, irmãos, parentes, que influenciam de forma significativa, seja para seguir a carreira já iniciada por eles ou para experimentar alguma outra área promissora. Escute o que eles têm a dizer e seus argumentos.  

Analise o mercado: tendências, economia, o que está em alta ou em crise, além do custo benefício de investir em uma formação específica.

Fatores internos
Descubra seus talentos, aquelas habilidades que você desempenha naturalmente e melhor do que os demais, além de ser reconhecido pelos outros. Todos possuem talentos, porém alguns não se dão conta deles porque os consideram insignificantes. Pode ser organizar bem um ambiente, ser um bom ouvinte, não ter dificuldade de falar em público, ser um bom argumentador, pesquisar rapidamente informações na internet e até contar boas piadas são talentos que têm surtido bons frutos. Caso você não saiba o seu, pergunte a quem conhece você.  

Por último, mas não menos importante, são os sonhos, algo que verdadeiramente importa e que quando você pensa a respeito, seus olhos brilham. 

 



Comentários

Confira também